PORTO DE LUANDA

Produtos sem licença proibidos de entrar
A entrada no Porto de Luanda de produtos importados sem o devido licenciamento cria constrangimentos ao funcionamento dos serviços do Comércio, Alfândegas e bancos, disse a ministra Rosa Pacavira (na foto).

A ministra do Comércio, que falou à imprensa no final de encontro que manteve com representantes de bancos comerciais e Associação dos Distribuidores, acrescentou que o seu contacto com os parceiros da cadeia de importação e exportação visou encontrar medidas para se ultrapassar alguns constrangimentos relativos ao licenciamento de produtos importados.

Rosa Pacavira disse que muitos importadores estão num total desrespeito à Lei das Actividades Comerciais, porque importam produtos que chegam ao Porto de Luanda sem cumprir as orientações do Ministério do Comércio, nomeadamente o licenciamento das mercadorias antes de chegarem ao país. “Os produtos que continuarem a entrar em Angola sem estarem licenciados, como medida disciplinar podem ser revertidos para os programas sociais existentes no país”, alertou a ministra. 

Apesar de haver um aumento significativo da produção nacional, como de hortofrutícolas e bebidas, que já regista excedentes, ainda se importa grandes quantidades de produtos diversos. Os Ministérios do Comércio e da Agricultura trabalham em conjunto para identificar as áreas agricultáveis para serem disponibilizadas aos agricultores nacionais e estrangeiros, com vista a produzirem em Angola a farinha de trigo e não só. “O país adoptou um sistema de quotas de importação que entra em vigor a partir do mês de Março”, destacou Rosa Pacavira.

Neste momento, o Banco Nacional de Angola (BNA) está a disponibilizar remessas de forma gradual para os bancos comerciais, a fim de fazerem pagamento aos importadores de produtos alimentares e medicamentos. O presidente do Conselho de Administração do Banco de Poupança e Crédito (BPC), Paixão Júnior, realçou que os empresários que pretendem importar bens alimentares, medicamentos e outros de apoio às empresas ligadas ao sector petrolífero, têm prioridade na aquisição de divisas, já que constam das prioridades definidas pelo Banco Central.
Paixão Júnior realçou que a aquisição de divisas deixou de ser por leilão e passou a ser por via directa, isto é, através dos bancos comerciais, tendo em conta as prioridades traçadas pelos bancos.

fonte



Data: 2015-02-22

EPL NET

Newsletter

Código de Ética

Logo do PDF

Breves

  • Jornalistas têm três meses para obterem o documento

    Os jornalistas nacionais e estrangeiros, bem como os que se encontram em regime de estágio, têm três meses para regularizarem a situação junto da Comissão da Carteira e Ética (CCE), a partir da data da emissão dos primeiros documentos, revelou, em Luanda, a presidente da referida entidade
    Ler mais...
  • Atalanta e PSG abrem corrida às meias-finais

    Atalanta e Paris Saint-Germain abrem quarta-feira, às 20h00, no Estádio da Luz, em Lisboa (Portugal), os quartos-de-final da Liga dos Campeões
    Ler mais...
  • EUA vão retirar 5 mil soldados do Afeganistão até Novembro

    Os Estados Unidos vão retirar mais cinco mil soldados do Afeganistão até novembro deste ano, indicou hoje o secretário de Estado da Defesa norte-americano, salientando que terá, ainda, de analisar com o Congresso a forma como decorrerá o processo
    Ler mais...
  • Daniel Kaluuya interpreta um dos líderes dos Black Panther no cinema

    Daniel Kaluuya, actor que se destacou em filmes como 'Get Out' e 'Queen & Slim', vai interpretar no filme 'Judas and the Black Messiah' Fred Hampton, o icónico líder da secção de Illinois do partido Black Panther
    Ler mais...
  • Líder da UNITA exorta aposta no empoderamento

    O presidente da UNITA, Adalberto Costa Júnior, exortou a organização feminina do partido (LIMA), a preocupar-se mais com a formação, estabilidade financeira e empoderamento da mulher
    Ler mais...
  • Terminou a linha de compra de títulos às empresas

    O Banco Nacional de Angola (BNA) anunciou o encerramento da ?Linha de Liquidez para Compra de Títulos Públicos às Empresas?, no valor de 100 mil milhões de kwanzas, nos termos do prazo de vigência e do ?plafond? de utilização previstos nos normativos números 6 e 9, que em Abril e Maio instruíram a referida operação
    Ler mais...
  • Entreposto Aduaneiro entra na rota da insolvência total

    Os resultados negativos acumulados ao longo dos últimos anos e a queda da actividade comercial no exercício de 2019, por incapacidade financeira, estão a pôr em causa o normal funcionamento do Entreposto Aduaneiro de Angola (EAA)
    Ler mais...
  • São Tomé em negociações para alívio ou perdão da dívida com parceiros

    A ministra são-tomense dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Comunidades disse hoje que o Governo de São Tomé e Príncipe "está na iminência de conseguir o alívio ou perdão das dividas" com alguns parceiros bilaterais e multilaterais
    Ler mais...
  • Helena Bonguela foi reeleita líder da LIMA

    Helena Bonguela Abel foi, ontem, reeleita presidente da LIMA, durante o último dia IV Congresso Ordinário da organização feminina da UNITA, com mais de 60 por cento dos votos
    Ler mais...
  • Polícia lusa investiga actividade da Associação Pedacinho do Céu

    O Polícia Judiciária de Portugal está a investigar as actividades da Associação Pedacinho do Céu, por suspeita de burla num processo de ?angariação? de fundos para ajudar crianças angolanas em situação de ?debilidade?
    Ler mais...

Multimédia

Porto de Luanda - 70 Anos

70 Anos do Porto de Luanda
VII Congresso da APLOP

RÁDIOS
Porto de Luanda recebe o maior navio de sempre na sua história
Porto de Luanda ganha novos equipamentos
Welcome to Angola
MARÉS
saber mais
LONGITUDE: 8º 45 S
LATITUDE: 13º 14 E


Publicidade
Todos os direitos reservados © 2015 Porto de Luanda
Plataforma de Gestão de Conteúdos Astrolábio

Porto de Luanda E.P
Largo 4 de Fevereiro
CX Postal 1224-C1-Angolaredes sociais